top of page
Buscar

MULHER INFLUENCIADORA POR SEU ESTILO DE VIDA

"Muitas mulheres são virtuosas no que fazem, mas você supera todas elas.” (Pv 31:29 – NAA)



Nos relatos bíblicos de diferentes mulheres, apreendemos úteis conselhos para o nosso cotidiano... Seu contexto, sua experiência de vida, seus valores, ansiedades, desafios, caráter, seu modo de se relacionar com Deus e as consequências desta convivência... Também é gratificante saber a história de mulheres notáveis, como Sarah Edwards, Catarina Von Bora, Fanny Crosby e tantas outras que ainda hoje têm maravilhosas lições a nos ensinar... Eu me lembro, com uma doce saudade, o privilégio de presenciar minha mãe Edy priorizando e cultivando, com carinho e dedicação, o seu relacionamento com Deus! Relacionamento precioso, imprescindível, crescente, resiliente, permanente... Seja pela leitura e estudo da Palavra... pela constância na oração... pelo testemunho de conduta coerente com a Nova Vida em Cristo, espelhado ao redor. Mulheres compromissadas assim se tornam influenciadoras pelo estilo de vida que resolveram assumir, e não aparentar. Uma forma diferente de viver em um mundo com tendências tão distantes daquilo que Jesus ensina.


Mulheres que testemunham quão perto está o Senhor, no controle, respondendo orações, dissipando ansiedade e enchendo mente e coração com a Paz que excede todo o entendimento (Fp 4:6-7)... Mulheres que têm seus reservatórios supridos com a Palavra, podendo usá-la com sabedoria abençoadora na ocasião oportuna: “As suas palavras são o meu alimento: elas enchem o meu coração de alegria! Eu tenho orgulho de ser conhecido como uma pessoa que ama o Senhor, o Deus Todo-Poderoso” (Jr 15:16 – NBV-P).


Mulheres elogiadas pelo Senhor, como Maria (Mt 26:13), que derramou valioso bálsamo sobre a cabeça de Jesus, grata ao Autor da sua salvação! Ela não se omitiu em demonstrar um coração reconhecido que só queria adorar, pois não Lhe pediu nada! Agindo com reverente temor, ela expressa um “espírito manso e tranquilo” (I Pe 3:4) que é agradável a Deus, pois, embora possuindo, como nós cristãs, duas naturezas que se conflitam, desejou viver a Nova Natureza.


Às vezes criticamos Marta por querer ensinar a Jesus o que dizer à sua irmã, mas, muitas vezes, igual ela, sugerimos a Jesus o que fazer (Lc 10:40); mas Jesus, quando repreendeu Marta, não repreendeu o trabalho importante que ela estava fazendo e, sim, a sua postura. Como escreve C. Grierson, “Jesus acusou Marta, não por seu serviço amoroso e cuidadoso, mas por permitir que o trabalho a irritasse, a agitasse e a absorvesse.” Sem a espiritualidade, o servir é uma exaustiva obrigação; sem o trabalho, a espiritualidade é infrutífera e egoísta. Devemos fazer tudo como para o Senhor! E pedir que Ele mostre “uma coisa” a fazer prioritariamente no dia, sem ficar pressionando a si mesma pelas coisas que não conseguiu realizar.


A intimidade com Deus transforma! Fez da contemplativa Maria também uma serva eficiente que demonstra seu amor através do agir, preparando o Mestre para o sepultamento. A intimidade com Deus fez da serva Marta uma mulher proativa que ouve a voz do Mestre enquanto serve...


Mulheres crentes em Jesus podem influenciar ou ser influenciadas. Pois somos livres da condenação do pecado, mas não da presença do pecado (Rm 7:15-25). Jesus venceu pela intimidade com o Pai. Devemos imitar Jesus. Se investirmos na intimidade com Deus, Ele mesmo nos prepara para corrigir alguma coisa que o inimigo semear pelo nosso caminho. “Não temos qualquer obrigação de fazer o que a velha natureza nos pede” (Rm 8:12 – NBV-P).


Algumas pessoas influentes têm desafiado a Deus com conceitos trocados: certo por errado e errado por certo. Precisamos perseverar na oração, vigiando com ações de graças, buscando discernimento do Espírito para ter uma palavra sempre agradável, temperada com sal, sabendo como agir e responder a cada um (Cl 4:2-6). Foi o que fez Suzanna Wesley. Ela considerou sua família o seu campo missionário, separou 2h por dia em conversa com o Senhor, e alcançou nações através de seus filhos, apesar da sua frágil saúde, dos seus 19 filhos (dez deles não atingiram a fase adulta), e do escasso recurso financeiro: “Todos os meus sofrimentos, pelo cuidado admirável do Deus Onipotente, cooperaram para promover meu bemestar espiritual e eterno. Glória seja a Ti, oh Senhor!” A oração nos permite estar na presença de Deus: Fala comigo, Senhor! Preciso ouvir Teus conselhos. Saber por onde andar e que decisões devo tomar... Só Tu tens as respostas que sossegam o meu coração... Somente buscando a santificação por meio do conhecimento e da prática da Palavra podemos influenciar futuras gerações: “Sigam o meu exemplo, assim como eu sigo o exemplo de Cristo” (I Co 11:1).


Porém,


“Satanás continua seus esforços para tornar o pecado menos ofensivo, o céu menos atraente, o inferno menos horrível e o evangelho menos urgente.” J. MacArthur


“A tolerância não é uma virtude, se o que se tolera é o mal!” J. Stott


“Não pode haver paz entre você e Cristo, se há paz entre você e o pecado.” C. Spurgeon


O pecado é que nos distancia de Deus, não são as pessoas; e impede a nossa ligação com a Videira Verdadeira. Somos pecadores e caímos, mas não podemos permanecer no pecado. O arrependimento consciente conduz à santidade através do Espírito; não é a infrutífera tentativa do nosso próprio entendimento que nos santifica. Então, para buscarmos ser influenciadoras pelo estilo de vida, temos de andar e permanecer andando no Espírito! Precisamos da Graça, da Misericórdia, da Palavra, da Oração, da Intimidade com “Aquele que é poderoso para guardar-nos de escorregar e cair e de levar-nos, perfeitos e sem pecado, à sua gloriosa presença...” (Jd v.24)


Não fomos nós que nos escolhemos! Foi o Senhor que nos escolheu e nos chamou para ir e para dar frutos e frutos que permaneçam sem se perder (Jo 15:16). Que cada uma de nós possa responder como Davi, no Salmo 63:


“Ó Deus, tu és o meu Deus forte; eu te busco ansiosamente; a minha alma tem sede de ti; meu corpo te almeja, numa terra árida, exausta, sem água...a tua graça é melhor que a vida; cumpreme bendizer-te enquanto eu viver... a minha alma apega-se a ti; a tua destra me ampara!” ❃


Por: Ediane Mendes Costa Rodrigues




553 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page