top of page
Buscar

DIA DO JOVEM CRISTÃO EVANGÉLICO – 15 DE MARÇO



JOVEM CRISTÃO... uma bênção entre nós!


Os jovens cristãos têm, na sua maioria, enfrentado dias hostis, insegurança em diversas áreas e despreparo para antever alguns laços mortais que manipuladores por excelência se apressam a preparar, objetivando a sua queda e o seu distanciamento de Deus.

Ao percebermos essa realidade, nossa tendência é ter empatia e compaixão por eles, o que é certo e louvável. Porém, devemos ter o cuidado de não excedermos em nosso apoio solidário fazendo concessões que julgamos compensatórias e suficientes para satisfazê-los nas suas necessidades. Não podemos nos omitir de ensiná-los, através da Palavra de Deus, a preservarem sua identidade cristã e sua fé e a se posicionarem com sabedoria, discernimento e convicção em quaisquer questões que venham a vivenciar. “Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra.” (Sl 119:9 – NVI). Que alegria para o nosso Deus e para nós, quando o jovem cristão assimila a verdade desse versículo e responde assim: “Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos...Ensina-me as tuas leis. Fico mais alegre em seguir os teus mandamentos do que em ser muito rico. Estudo as tuas leis, examino os teus ensinamentos e não esqueço a tua palavra.” (Sl 119:10-16 – NVI e NTLH)


Vale a pena lembrar-lhes o exemplo de Daniel, cujo ensino que recebeu na sua casa o preparou para decidir certo: não se contaminar experimentando um mundo que sabia não ser o seu. Daniel assimilou tão bem o que lhe foi aconselhado em família que se sentiu estimulado a dar o seu melhor em tudo que fez, aperfeiçoando-se para ser alguém útil aos propósitos de Deus para a sua vida. Disciplinado, conseguiu dominar as suas ações, os seus pensamentos, a sua vontade, buscando força em Deus através das três audiências diárias em oração que realizava com o Senhor. Teve, sim, de enfrentar obstáculos terríveis, mas, apesar de escravo, no exílio longe de casa, sem contato com a sua família, numa terra estranha e descrente de Deus, não se mostrou rebelde, mas se manteve determinado e focado nos princípios que aprendeu, excedendo a todos em sabedoria e profissionalismo, impactando a vida dos seus amigos, que seguiram seu exemplo e venceram!


Além de inculcar nos jovens cristãos princípios bíblicos que irão protegê-los de muitos tropeços, nós temos de orar por eles a todo instante! Orar insistentemente! Orar, não confiadas no que fazemos nem em mérito nosso, pois não temos...mas baseadas nas infinitas misericórdias do Senhor Deus, como nos ensina Daniel, no capítulo 9, verso 18. É muito abençoador para o jovem saber que alguém está orando diariamente por ele. E as bênçãos recaem também sobre nós que oramos, pois nos aproximamos mais de Deus para orar, não é verdade? Gosto do que Max Lucado escreveu em um dos seus livros: “O poder da oração não depende daquele que faz a oração, mas Daquele que a escuta... A oração não baseia seu apelo no amor imperfeito de quem está necessitado, mas no Perfeito Amor do Salvador.”


Que nossos jovens cristãos evangélicos sejam abençoados!

Que sejam também abençoadores!

Que sejam aprovados!

Aprovados por Deus!


“Feliz é o jovem cristão que, nas aflições, continua fiel! Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá como prêmio a vida que Deus promete aos que o amam.”

(Tg 1:12 – NTL)


EDIANE COSTA M. RODRIGUES

ICE Bosque dos Eucaliptos

São José dos Campos – SP

ANO XXXI JAN – ABR/2020 Nº 99

217 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page