top of page
Buscar

A Mulher Cristã em meio à crise do Coronavírus

“Pois sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano.” (Rm 8:28 – NTLH)



Estamos no meio de uma crise mundial, na qual fica evidente a nossa fragilidade e a vulnerabilidade de quem quer que seja: ricos ou pobres, famosos ou não, países de primeiro mundo ou não... Todos podem ser afetados. E já está mais que comprovado que nenhum país estava suficientemente preparado para enfrentar uma crise dessa proporção, inesperadamente. Até parece uma daquelas cenas previstas no livro de Apocalipse, quando uma certa porcentagem da terra morreria.


Nesse cenário, é fácil cairmos em desespero e a pandemia virar pânico generalizado. Gente correndo desesperadamente aos mercados para abastecerem suas casas, às farmácias atrás de álcool gel e máscaras, como se sua salvação dependesse disso. Claro que, como donas de casa, precisamos ser precavidas e também temos que seguir as orientações dos especialistas do Ministério da Saúde, e, então, nesse sentido, o medo pode ser nosso aliado para nos fazer levar a sério um problema real.


Porém, como mulheres cristãs, precisamos lembrar que a nossa vida, bem como as de todos que amamos, está nas mãos de Deus. Ele tem tudo sob Seu controle, apesar do aparente caos. É hora de renovarmos nossa confiança e dependência em Deus, de sossegarmos nossos corações, de mantermos nossos olhos voltados para o Autor e Consumador da nossa fé, na postura de alguém que não teme a morte ou os períodos de sofrimento porque confia que tudo coopera para o bem dos que amam ao Senhor. De falarmos como os amigos de Daniel: “Se o nosso Deus, a quem servimos, quer livrar-nos, ele nos livrará da fornalha de fogo ardente e das tuas mãos, ó rei. Se não, fica sabendo, ó rei, que não serviremos a teus deuses, nem adoraremos a imagem de ouro que levantaste.” (Dn 3:17-18 – NTLH) ou seja, de afirmarmos com nossos lábios e conduta que se Deus quiser nos livrar da contaminação e morte dessa “peste que assola ao meio dia”, muito bem, mas caso Ele não queira nos livrar, confiamos que Ele tem um propósito nisso e continuamos confiando NELE.


Assim, testemunhamos de nossa fé em Deus em momento de crise quando não entramos em pânico, quando não compartilhamos mensagens alarmantes pelo WhatsApp, muitas inclusive Fake News (o que infelizmente vem sendo uma prática recorrente por parte de muitos evangélicos), quando mostramos serenidade em meio à calamidade. Que o Senhor nos ajude a sermos verdadeiras servas Suas nos momentos de bonança e em meio às tempestades que às vezes nos sobrevêm.


“Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes.”

(Tg 1:2-4 – NTLH)



Educ. Débora Duarte S. Bastos Redatora da Diadema Real

55 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


bottom of page