top of page
Buscar

O ÚNICO SENHOR DOS MEUS PENSAMENTOS



“Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.” (Fp 4:8 – NVI)

“Destruímos argumentos e toda pretensão que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levamos cativo todo pensamento, para torná-lo obediente a Cristo.” (II Co 10:5 – NVI)


E outros textos bíblicos: (Rm 12:1-2; Sl 139:1, 2,23; Cl 3:1 e 2; Jr 29:11)


Para iniciarmos o nosso estudo, peço que você leia todos os versículos acima citados. Em Jeremias 29:11, vemos que Deus envia uma mensagem aos cativos da Babilônia, por intermédio do profeta Jeremias, declarando Seus pensamentos para o povo: paz e esperança! Ele, que nos fez, quer nos dar o melhor! O salmista Davi, no Salmo 139:1-2, afirma: “Senhor, tu me sondas e me conheces, sabes quando me sento e quando me levanto; de longe conheces os meus pensamentos” (NAA). Estamos sob o olhar cuidadoso de nosso Deus e Pai. Mas Deus tem sido Senhor daquilo que pensamos?


Alguém já disse que a mente é a “sentinela da alma”. É um campo de batalha entre os bons e os maus pensamentos. Paulo fala aos Romanos: “Miserável homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor! De maneira que eu, de mim mesmo, com a mente, sou escravo da lei de Deus, mas segundo a carne, sou escravo da lei do pecado.” (Rm 7:24-25 – NAA). Há, portanto, uma luta a ser vencida em nossa mente e a Palavra de Deus é nossa arma de combate. Vejamos o que ela nos ensina:


1. O PADRÃO BÍBLICO PARA O NOSSO PENSAR – Em Filipenses 4:8-9, Paulo diz: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o pensamento de vocês.” De forma prática, ele nos recomenda afastar da mente a mentira, a injustiça, a impureza e assim por diante. O prazer do justo “está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite” (Sl 1:2). Meditar na lei do Senhor é ocupar nosso pensamento com o que lhe agrada.

O pensamento bíblico está na mente de quem abandona o pecado e vive em obediência ao senhorio de Cristo. Paulo lembra aos cristãos de Éfeso: “Quanto à maneira antiga de viver, vocês foram instruídos a deixar de lado a velha natureza, que se corrompe segundo desejos enganosos, a se deixar renovar no espírito do entendimento de vocês e a se revestir da nova natureza, criada segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.” (Ef 4:22-24 – NAA).


Aplicação para hoje: Analisemos nossos pensamentos à luz de Filipenses 4.8-9.

Existe algo a ser eliminado?


2. UMA MENTE RENOVADA POR DEUS – Paulo inicia o capítulo 12 de Romanos rogando que ofereçamos a nós mesmos como ’sacrifício vivo, santo e agradável a Deus’. Ordena que deixemos o padrão deste mundo e permitamos que Deus renove a nossa mente. Assim experimentaremos a Sua ‘boa, agradável e perfeita vontade’! A operação de renovar a mente é tarefa desse Deus grandioso a quem servimos.

Harry Blamires, em A mente cristã, fala dessa ‘mente’ em oposição àquela que é ‘secular’ (o padrão deste século): “A mente cristã é o pré-requisito do pensamento cristão. E o pensamento cristão é o pré-requisito da ação cristã” (p. 49) e acrescenta: “...Pensar de forma cristã é aceitar, com a mente, todas as coisas como relacionadas, direta ou indiretamente, com o destino eterno do homem como filho remido e escolhido de Deus” (p. 51). A mente cristã tem, portanto, a perspectiva eterna, que influencia a vida presente. Paulo nos recomenda: “Pensem nas coisas lá do alto, e não nas que são aqui da terra.” (Cl 3:2 – NAA). Pensar no Céu é renovar a mente, distanciando-a dos valores terrenos, enchendo-a de esperança!


Aplicação para hoje: Temos pensado na eternidade com Jesus?


3. PENSAMENTOS AGRADÁVEIS AO SENHOR – No Salmo 104:34, o salmista diz: “Seja-lhe agradável a minha meditação, eu me alegrarei no Senhor.” (NAA). Qual a ferramenta para desenvolver pensamentos que agradam a Deus? No livro O mal que habita em mim, Kris Lundgaard afirma que as grandes ferramentas da mente são a ‘meditação e a oração particular’: “As Escrituras são o único guia infalível para abastecer a nossa mente e o nosso coração com pensamentos de Deus” (p. 128). E sugere: “Encha sua mente de pensamentos sobre o caráter, a glória, a majestade, o amor, a beleza e a bondade de Deus... Fale com Deus à medida que você o contempla, humilhando a sua alma perante ele, adorando-o, e admirando-o, deleitando-se nele e dando-lhe glória” (p. 67).


Aplicação para hoje: Em que temos meditado? Estamos passando tempo com o Amado da nossa alma?


4. FUGA DOS PENSAMENTOS MUNDANOS – Este é um grande desafio para todos nós. É muito comum começarmos nosso dia preocupados com as más notícias que nos chegam, principalmente pelos recursos tecnológicos de que dispomos! Estamos sendo ‘sequestrados’ por esses recursos e reféns de ofertas mundanas, lixo digital, mensagens nocivas à nossa mente. Satanás, nosso inimigo, irá usar tudo o que puder para desviar nossos pensamentos daquilo que é relevante! Uma mente cansada e sobrecarregada não achará tempo para meditar na Palavra de Deus. Estejamos alertas quanto a esse perigo e observemos a instrução de Paulo: “Destruímos raciocínios falaciosos e toda arrogância que se levanta contra o conhecimento de Deus, levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo”. (II Co 10:4b, 5 – NAA). Isso só é possível pela ação poderosa do Espírito Santo que habita em nós. Que o Senhor reine em nossa mente e tenhamos pensamentos que lhe sejam agradáveis!


Aplicação para hoje: Lembremos, também, de desviar os olhos de tudo o que é pecaminoso. Essas coisas, transferidas para a nossa mente, a obscurecerem e nos levam a pecar em pensamentos ou ações. Jesus afirmou que "Os olhos são a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz". (Mt 6.22 - NAA).

Como o salmista, devemos declarar:

"A revelação das tuas palavras traz luz e dá entendimentos aos simples" (Sl 119:130).


Por Celene Pereira de Araújo Lima

53 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page