top of page
Buscar

O ÚNICO SENHOR DO MEU CORAÇÃO


"...Ame o Senhor, seu Deus, de todo o coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento. Este é o primeiro grande mandamento.”


(Mt 22:37-38 – NAA) “Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e, em troca, darei um coração de carne. Porei o meu Espírito em vocês e os levarei a agir segundo os meus decretos e a obedecer fielmente às minhas leis.”


(Ez 36:26-27 – NVI) Outros textos bíblicos: (I Rs 3:9; Lc 24:38; I Sm 16:7; Jr 17:9-10; Lc 6:45;

Pv 4:23


Como está o seu coração? O único Senhor tem reinado nele? A Bíblia usa o termo ‘coração’ para definir o centro da personalidade. Envolve, também, nossa mente, desejos, emoções, discernimento etc. Existem muitas passagens bíblicas que tratam do coração e esta é bem conhecida, pois fala o motivo para o guardarmos: “De tudo o que se deve guardar, guarde bem o seu coração, porque dele procedem as fontes da vida.” (Pv 4:23 – NAA) Mas como fazer para protegê-lo do pecado? É possível ter um coração transformado, em que Deus seja o “único Senhor”? Vamos falar sobre isso.


1. O CORAÇÃO COMO FONTE DO BEM E DO MAL Em Lucas 6:45, o Senhor declarou: “A pessoa boa tira o bem do bom tesouro do coração, e a pessoa má tira o mal do mau tesouro; porque a boca fala do que está cheio o coração” (NAA).


Jesus diz que pode haver dois tipos de tesouros em nós e esse é um grande risco! Aos judeus, Ele afirmou que o que contamina o homem vem do coração: “Porque do coração procedem maus pensamentos, homicídios, imoralidade sexual, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias.” (Mt 15:19 – NAA) O coração é, também, um lugar de difícil acesso. Só Deus o conhece profundamente. Quando Samuel vai ungir um rei para a nação de Israel, Deus lhe orienta a não olhar a aparência exterior, como os homens fazem, pois o Senhor vê de forma diferente. Ele vê o coração (I Sm 16:7). Jonas Madureira, em seu livro Inteligência Humilhada, faz-nos um alerta sobre o risco do autoengano quando se trata de nosso interior: “Nosso coração não é apenas algo distante, mas também é algo blindado, de difícil conhecimento. Por isso, não deveríamos nos surpreender pelo fato de nos enganarmos quase sempre a respeito do coração e suas intenções.” (p. 223). Em Jeremias 17:9-10a, lemos: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto. Quem poderá entendê-lo? Eu, o Senhor, sondo o coração.” (NAA) Nossa vitória contra o mal passa por uma profunda sondagem do Espírito Santo em nós, revelando tudo o que precisa ser tratado pelo Senhor. (I Co 2:10-12)


2. É PRECISO AFASTAR FALSOS DEUSES DO NOSSO CORAÇÃO Muitas vezes pensamos que idolatria é adorar ou honrar um objeto ou figura. A definição vai além, e Deus trata com muita seriedade esse pecado! Ele não divide a Sua glória com ninguém! A autora Elyse Fitzpatrick, em seu livro Ídolos do coração, nos adverte:


“Ídolos não são apenas estátuas de pedra. São amores, pensamentos, desejos, anseios e expectativas que adoramos em lugar do Deus verdadeiro. São as coisas nas quais investimos nossa identidade; são aquilo em quem confiamos. Os ídolos nos levam a desconsiderar nosso Pai Celestial em busca daquilo que imaginamos precisar. Nossos ídolos são nossos amores distorcidos: tudo o que amamos mais do que amamos a Deus...” (p.28).


O profeta Jeremias declarou: “Assim diz o Senhor: Maldito aquele que confia no ser humano, que faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do Senhor” (Jr 17:5 – ARA). Deixar Deus de lado para confiar e entregar o nosso coração a qualquer coisa ou pessoa é idolatria. Lutar contra o pecado em nosso coração, ter uma vida santa de temor ao Senhor é valorizar o sacrifício de Cristo na cruz em nosso lugar! “Ele nos libertou do poder das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a remissão dos pecados” (Cl 1:13-14 – NAA). Reflita e responda: o que e quem tem ocupado o seu coração? Há nele algum indício de idolatria?


3. OS LIMPOS DE CORAÇÃO VERÃO A DEUS Em Mateus 5:8, Jesus declara: “Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus.” A ideia é de ter um coração purificado, não contaminado, limpo pelo sangue de Jesus. Um coração não dividido entre dois senhores, disposto a “só temer o nome do Senhor” (Sl 86:11). Martyn Lloyd Jones, em Estudos no Sermão do Monte, comenta: “...ter o coração limpo quer dizer que vivemos para a glória de Deus em todos os aspectos da vida, e esse deve ser o supremo alvo de nossa existência. Significa que desejamos Deus, que desejamos conhecê-Lo, que desejamos amá-Lo e servi-Lo” (p.103). Em outras palavras, é desejar que Ele seja, de fato, o nosso único Senhor.


4. CORAÇÕES TRANSFORMADOS PRESTAM VERDADEIRA ADORAÇÃO Uma das marcas de um coração transformado é que ele deposita a sua confiança no Senhor e o adora incondicionalmente. Nas histórias bíblicas, muitos personagens experimentaram essa transformação ao encontrar Jesus. Em Lucas 7:36-50, temos o episódio da pecadora, na casa de um fariseu, chamado Simão. Ela lançou-se aos pés do Senhor, e o ungiu com um precioso perfume! Ela tinha uma fama ruim de ‘pecadora’, mas adorou o Senhor. Foi a Jesus para oferecer algo e não para pedir. Demonstrou humildade e submissão, ficando atrás Dele, a Seus pés. Entregou- -lhe o que tinha de mais caro, num gesto de sublime afeto. Ela muito amou porque teve consciência do quanto fora perdoada (v.47). Ouviu de Jesus: “A sua fé salvou você; vá em paz” (v.50 – NAA). Liberta do peso do pecado, prestou-lhe verdadeira adoração.


Concluímos, pois, que ‘amar a Deus de todo o nosso coração’ envolve afastar de nós o mal, os deuses falsos, e confiar na obra de salvação que Jesus fez em nosso favor. É adorá-Lo com todo o nosso ser, declarando como o salmista: “Nele, o nosso coração se alegra, pois confiamos no seu santo nome.” (Sl 33:21 – NAA). Aleluia! Que Ele seja o único Senhor do nosso coração!


Por Celene Pereira de Araújo Lima






16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page